Fechar X

 

O século 20 foi marcado por tendência de tatuagens na União Soviética entre criminosos. A arte era usada para descrever a carreira no crime e determinar uma espécie de classificação dentro dos presídios. Entre so anos 1960 e 1980,  o especialista em iconografia e tatuagens russas Arkady Bronnikov visitou cadeias em diversas partes da União Soviética, fotografou e decodificou os desenhos na pele dos criminosos. 

Bronnikov trabalhou como inspetor de polícia e em 1963 ele se tornou professor de criminalística. O especialista auxiliou a polícia soviética a esclarecer crimes usando um arquivo de fotos de tatuagens de cadeia e a relação delas com o histórico do criminoso. Confira na galeria acima 10 tatuagens e seus significados.

Fechar X

Fechar X
Sem mais artigos