30 anos depois de receber tinta sempre que possível, como estão as camadas de uma parede? Bem, alguém ficou curioso e decidiu remover uma parte da parede para ver o que encontrava. O usuário do Imgur PaulDeGraaf mostrou detalhadamente sua análise da parte retirada da parede do Graffiti Hall of Fame, chamado Doornroosje, na cidade de Nijmegen, na Holanda

Reprodução  Graffiti Hall of Fame, na Holanda

A gente sabe que os grafites são efêmeros e constantemente renovados nas paredes de muitas cidades pelo mundo. Porém, 30 anos depois de receber tinta sempre que possível, como estão as camadas de uma parede?

Bem, alguém ficou curioso e decidiu remover uma parte da parede para ver o que encontrava. O usuário do Imgur PaulDeGraaf mostrou detalhadamente sua análise da parte retirada da parede do Graffiti Hall of Fame, chamado Doornroosje, na cidade de Nijmegen, na Holanda.

30 anos depois de receber tinta sempre que possível, como estão as camadas de uma parede? Bem, alguém ficou curioso e decidiu remover uma parte da parede para ver o que encontrava. O usuário do Imgur PaulDeGraaf mostrou detalhadamente sua análise da parte retirada da parede do Graffiti Hall of Fame, chamado Doornroosje, na cidade de Nijmegen, na Holanda

Reprodução Parte de onde a amostra foi retirada

“O que começou como um lugar cult dos hippies dos anos 70, tornou-se um centro de música e arte no começo dos 80. Um dos primeiros lugares em que foi legalizado fumar cannabis. Ainda é um estúdio de música e o Graffiti Hall of Fame. A construção está tomada por paredes cheias de tinta do começo ao fim”, afirmou o rapaz.

E olha só como se parece 30 anos de grafite:

Fechar X

 

Fechar X
Sem mais artigos