O artista turco Vahit Tuna está chamando a atenção do mundo com uma instalação de arte um tanto chocante, infelizmente necessária e difícil de ignorar. Ele pendurou sapatos femininos de salto alto por prédios de Istambul, capital da Turquia, para escancarar a violência doméstica.

Ao todo, são 440 sapatos, mesmo número de mulheres mortas dentro das próprias casas pelos maridos apenas no ano passado no país. Em 2017, foram 409 mulheres mortas pelos companheiros. No Brasil, mais de 1,1 mil mulheres morreram vítimas de feminicídio em 2018.

Segundo o site Metro, a ideia veio de uma tradição local em que as famílias deixam um sapato de alguém querido do lado de fora da casa após a morte como forma de homenagem. Logo, a instalação é um alerta e também uma maneira pública de homenagear as mulheres que perderam a vida por causa da violência doméstica.

“A intenção é que as pessoas passem na rua e vejam e se incomodem com isso”, disse o artista. Os calçados ficarão por seis meses nas fachadas de dois prédios da cidade nos bairros de Kabataş e Beyoğlu.

Fechar X
Sem mais artigos