Fechar X

O fotógrafo Damir Sagolj registrou o momento em que um barco de refugiados do grupo étnico muçulmano rohingya, do Myanmar, chegou à costa de Bangladesh. Sagolj acompanhou o desespero e sofrimento das pessoas recolhendo corpos e os cobrindo no chão durante de uma noite de tempestade, segundo reportou o Independent.

“Não dava para ver quantos corpos estavam sob os lençóis, mas vi que a maioria era criança”, disse o fotógrafo. A imagem clicada por Sagolj é uma das premiadas no Prêmio Pulitzer, descrita como uma “fotografia chocante que expõe ao mundo a violência aos refugiados no Myanmar”.

A foto é parte de uma coleção dos registros feitos por fotógrafos da Reuters das jornadas de refugiadosna região. Os profissionais visitaram campos de refugiados e acompanharam trajetórias de pessoas do grupo rohingya.

A repressão ao grupo rohingya no país já levou ao êxodo de mais de 600 mil pessoas desde 2017. Casos de mortes, estupros e incêndios intencionais contra os refugiados foram registrados no Myanmar. As autoridades do Myanmar negam os abusos contra os rohingya.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos