Conheça o trabalho do primeiro artista profissional de tatuagem do Reino Unido

Reprodução/My Modern Met Conheça o trabalho do primeiro artista profissional de tatuagem do Reino Unido

Na Inglaterra vitoriana, Sutherland Macdonald se destacou como o primeiro artista profissional de tatuagem do país. Após a viagem de James Cook ao Pacífico Sul, onde a tripulação conheceu a cultura polinésia, as tatuagens começaram a surgir na sociedade, crescendo em popularidade ao longo dos anos. Por sua parte, Macdonald se deparou com a tatuagem na década de 1880, quando estava no exército britânico.

Macdonald passou a se dedicar profissionalmente ao ofício e, em 1889, atendia em uma casa de banhos turcos, em Londres. Na Inglaterra vitoriana, trabalhar como tatuador era inédito. De fato, em 1894, o Diretório do Correio – as Páginas Amarelas da época – precisou adicionar uma nova categoria profissional para sua lista. Assim, a palavra “tattooist”, uma combinação de tatuagem e artista, foi inventada.

Macdonald permaneceu sendo o único profissional na categoria por quatro anos. “Não há provas de outro estúdio profissional na Grã-Bretanha no momento, trabalhando com clientes pagantes”, afirma Matt Lodder, pesquisador da Universidade de Essex.

O tatuador começou a usar ferramentas manuais e depois criou uma máquina elétrica que ele patenteou em 1894. Celebridades e clientes aristocráticos estiveram entre seus clientes. Ele disse ter tatuado vários filhos da rainha Victoria, bem como os reis da Noruega e da Dinamarca. As tatuagens se tornaram cada vez mais populares entre elite europeia, após o rei Edward VII do Reino Unido e seu filho terem se tatuado em Jerusalém e no Japão, respectivamente.

“Durante quase quarenta anos, cabeças coroadas e pessoas famosas escalaram a estreita escada na rua Jermyn para visitar Macdonald e passaram a ter alguns dos ornamentos mais maravilhosos já colocados na pele humana”, escreveu George Burchett em seu livro de 1953, Memoirs of a Tattooist.

Macdonald também foi pioneiro no uso de azul e verde em seu trabalho. O tatuador histórico ajudou a arte a ser aceita, ajudando a se tornar uma profissão respeitada.

As imagens que você vê na galeria abaixo fazem parte da exposição Tattoo: British Tattoo Art Revealed, aberta à visitação no Museu Marítimo Nacional da Cornualha até 7 de janeiro de 2018. O site Vintage Everyday, que destacou as fotos, foi citado pelo My Modern Met como fonte.

Fechar X
Sem mais artigos