Infelizmente, nem tudo que é bom pode durar pra sempre… Após a despedida da Volkswagen da Kombi em 2013, a empresa anunciou o fim de mais uma modelo que marcou a história de muitos: O amado fusquinha deixará oficialmente de ser produzido.

O último Fusca foi produzido na cidade de Puebla, no México, na última unidade onde ainda eram manufaturados. Rodando desde 1938, o modelo esteve presente em momentos decisivos da história da empresa.

Ele foi um símbolo da renascença econômica de uma Alemanha pós-guerra, um exemplo primórdio da globalização ao ser vendido no mundo inteiro, e um emblema da contra-cultura nos Estados Unidos na década de 60.

O design arredondado inigualável é tão marcante quanto o design de uma garrafa de Coca-Cola. Ele foi feito pelo engenheiro austríaco Ferdinand Porsche, tendo sido contratado na época pelo próprio Adolf Hitler para projetar um carro “do povo” que deveria ter a influência de um Modelo T da Ford, como foi nos Estados Unidos.

O New Beetle, a versão moderna e retrô simultaneamente, trouxe um pouco da sua aura adorável e não-convencional, na época em Ferdinand Piech, neto de Ferdinand Porsche, era CEO.

Em 2012, o design acabou se tornando mais ousado. Os últimos “exemplares” do modelo serão expostos em um museu após cerimônia de “despedida” do modelo em Puebla, no dia 10 de julho.

Prova de amizade verdadeira: esse fusca durou uma viagem inteira de Foz do Iguaçu ao “fim do mundo”:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos