Uma restauração está dando o que falar na cidade de Estella, na Espanha. Deu ruim o trabalho feito na estátua de madeira de São Jorge que está exposta há 500 anos na igreja St. Michael.

Sem consultar nenhum profissional, os padres da paróquia local decidiram restaurar a estátua do século 16 e contrataram um professor de artes da cidade para o trabalho. O resultado? Transformaram um cavaleiro em um adolescente.

“Eles usaram gesso e o tipo errado de tinta. Provavelmente a pintura original foi perdida. É um trabalho que devia ter sido feito por profissionais”, disse Koldo Leoz, prefeito da cidade ao site The Guardian.

O episódio foi comparado a outra restauração que também virou polêmica no país. Em 2012, um mural centenário com o rosto de Jesus Cristo foi restaurado sem nenhum preparo profissional, em Borja. O desenho ficou tão diferente do original que hoje é atração turística.

Fechar X