Muitos brasileiros fazem hora extra no Brasil

Muitos brasileiros fazem hora extra no Brasil

Fazer hora extra é algo comum para 60,7% dos trabalhadores brasileiros. O dado é parte da Pesquisa dos Profissionais Brasileiros, um estudo anual feito pela Catho, site de empregos líder do país, para traçar um panorama sobre a contratação, demissão e carreira dos trabalhadores.

Dos 23.011 respondentes da Pesquisa dos Profissionais da Catho, 13.968 admitem trabalhar após o fim do expediente.

A pesquisa também indica a quantidade de horas extras trabalhadas pelos profissionais no período de uma semana. Cerca de 14% dos trabalhadores costuma ficar uma hora a mais após o término do horário convencional de trabalho.

A maioria (52,7% dos profissionais) costuma fazer entre 2 e 5 horas extras semanalmente. Já 20,1% e 5,9% dos trabalhadores fazem entre 6 e 10 e 11 e 15 horas extras no período, respectivamente. Apenas 6,7% dos profissionais trabalham por mais de 16 horas além do expediente em uma semana.

“Trabalhar além do horário é comum para a maioria dos brasileiros e tende a ganhar mais força em um ambiente econômico como o atual. Pressionadas para ganharem produtividade com os recursos já contratados, algumas empresas aumentam o escopo de tarefas de seus funcionários em vez de contratar novos profissionais”, afirma Murilo Cavellucci, Diretor de Gente e Gestão da Catho.

A Pesquisa dos Profissionais Brasileiros – Um Panorama sobre a Contratação, Demissão e Carreira dos Profissionais é uma publicação da Catho, site de empregos líder no Brasil, desde 1988. Originalmente lançada a cada dois anos, passou a ser anual em 2013.

O levantamento de 2015 contou com 23.011 respondentes de todo o Brasil. Do total de respondentes, 54,2% estão empregados; sendo que 29,7% são de grandes empresas (com mais de 500 funcionários). A pesquisa foi feita no período de 13 de junho a 29 de julho de 2015.

 

Fechar X