Reprodução/Great Big Story

Algumas coisas ficam melhores com o tempo, como vinhos, por exemplo. Mas poucos sabem que este também é o caso de uma sopa. O prato servido no restaurante tailandês Wattana Panich está sendo cozinhado há inacreditáveis 45 anos.

Pelo menos é o que alega o dono do estabelecimento, Nattapong Kaweenuntawong. “Por 45 anos, o caldo da nossa sopa nunca foi jogado fora depois de um dia de serviço”, explicou ao site Great Big Story. Trata-se de uma sopa de carne, chamada ‘neau tune’, bastante popular em Bangkok. A diferença é que, no restaurante de Kaweenuntawong, “pelo caldo ter sido preservado e cozinhado por 45 anos, ela tem um sabor e aroma únicos”.

O método é milenar. É preciso manter a panela de sopa fervendo lentamente e apenas os ingredientes, como carnes, vegetais e líquidos são reabastecidos conforme a necessidade. Mas “o item mais importante é o caldo”, que continua o mesmo e “quanto mais é apurado, mais saboroso fica”.

Inclusive, sabe este “acessório” ao redor da panela? É basicamente o caldo que tem espirrado nos últimos 45 anos!

Reprodução/Great Big Story

Na sopa do Wattana Panich vai carne cozida, carne fatiada crua, almôndegas, tripas ou outros miúdos e macarrão. Essa já é a terceira geração a cozinhar o prato e a chef principal é a mãe Kaweenuntawong.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos