E aí, você decidiu criar um cachorro no apartamento? Avaliou a grana que vai gastar todo mês e reservou um tempo para ficar com o seu amigão? Ótimo. Agora é hora de ajeitar o ap para que ele continue “lar, doce, lar”.

reprodução

Conversamos com quem pode dar dicas valiosas: o adestrador Gustavo Campelo e o gerente de Business Intelligence Thiago Barcellos que cria dois gatos e dois cachorros em apartamento. Uau, hein?

“Primeiro eu adotei dois gatos. Eles chamam Estopa Stu. Um pouco depois eu adotei os meus cachorros chamados Dinho e Zeca”, conta Barcellos.

Os cachorros foram adotados na ONG Clube dos Vira Latas que cuida de cachorros vítimas de maus tratos. Lá eles são vacinados e castrados para serem encaminhados para feiras de adoção. A pessoa que deseja adotar passa por uma entrevista para alinhar o perfil com o cão adotado. Não há custo para a adoção.

Segundo o Thiago, que hoje trabalha como voluntário na ONG, a entrevista verifica se realmente a pessoa está preparada para fazer uma adoção responsável. Para adotar ou ser voluntário consulte http://www.clubedosviralatas.org.br/.

Thiago, a esposa Juliana e o cão Dinho

O adestrador Gustavo Campelo orienta que todos os cachorros precisam aprender a  se comportar com visitas, não fazer necessidades fora do lugar,  não morder e destruir a mobília da casa e saber as regras e limites . Isso pode ser alcançados com algumas medidas no dia a dia ou por meio de adestradores.

Abaixo, na galeria de imagens, veja as dicas do Thiago e do Gustavo para receber o seu novo cãozinho no apartamento.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos