Há aproximadamente 7,7 bilhões de pessoas ao redor do globo. Mas de acordo com um estudo da Universidade de Adelaide, na Austrália, a chance de existirem duas pessoas iguais no mundo inteiro é de apenas uma em 135.

No entanto, é bastante comum achar nas redes sociais sósias de famosos que chegam até a tornar esta similaridade uma forma de ganhar dinheiro.  Mas imagine ser uma pessoa comum e se deparar, acidentalmente, com um “gêmeo perdido” em quadros antigos, livros, anúncios ou cartazes.

O site Bored Panda reuniu uma série de fotos de pessoas que encontraram seus “clones” nos lugares mais inimagináveis possíveis.

Fechar X
Sem mais artigos