Americanos e australianos lideram as “Olimpíadas da Sedução” organizadas pelo portal digital especializado em promover encontros românticos “Meetic”, que ouviu pessoas de seis nacionalidades diferentes.

Os países ganham votos a partir de modalidades que medem desde a ousadia na hora de convidar alguém para sair, até a predisposição para dividir a conta.

No total, 3 mil cidadãos dos Estados Unidos, França, Canadá, Japão, Reino Unido e Austrália foram ouvidos pela empresa, e determinaram os campeões, que ficaram empatados.

Os Estados Unidos ganham o ouro pelo recorde de encontros em um ano, depois que 90% dos entrevistados reconheceram ter saído com pelo menos duas pessoas no último ano. Os americanos também lideram a categoria de solteiros que contam aos amigos todos os detalhes do primeiro encontro, e a de que os homens tem que assumir as despesas do jantar.

Os australianos, por sua vez, mostram domínio nos solteiros dispostos a beijar no primeiro encontro (seguidos por americanos e britânicos), além de também estarem em primeiro pela disposição a sair com pessoas de outras nacionalidades e fazer demonstração de carinho em público.

Os franceses vencem quando o quesito em questão é a discrição. 35% dos entrevistados afirmaram que não contam detalhes dos encontros aos seus amigos.

Já o Canadá são os que mais respeitam o “atrevimento” das solteiras na hora de dar o primeiro passo.

O romanticismo recai sobre os japoneses. Do total, 82% acredita em amor à primeira vista.

Apesar da maioria dos entrevistados defenderem suas respectivas bandeiras, todos os entrevistados parecem concordar que no sul da Europa estão os solteiros mais “sexys” do mundo.

Fechar X
Sem mais artigos