Hoje em dia é natural e comum ouvir histórias de casais que se conheceram pela internet por meio de aplicativos de relacionamentos, como o Match, Tinder e OkCupid, por exemplo. Mas, além de perigosos, para a psicóloga Emma Kenny esses métodos podem atrapalhar as relações pessoais ao invés de aumentar as chances de as pessoas encontrarem o verdadeiro amor.

Em entrevista ao Daily Mail, a especialista afirma que as pessoas se tornaram muito dependentes da comunicação online e, por isso, acabaram perdendo a habilidade de se aproximarem na vida real.

“De repente você está cercado por tantos romances em potencial que para de investir o mesmo esforço em conhecer pessoas offline. Claro que será mais difícil começar uma conversa com um estranho no bar do que enviar uma mensagem anônima para um homem próximo a você e com seu perfil. Até porque você pode simplesmente sair do aplicativo, caso a situação fique desconfortável”, explica a psicóloga.

Kate Taylor, do aplicativo Match, discorda completamente de Kenny e defende o namoro online.

“Apps de namoro estão, na verdade, ajudando as pessoas a flertar e a conversar com as outras”, diz Taylor.

Além de uma boa opção para os tímidos, o namoro online ajuda as pessoas a ficarem mais confiantes, pois antes do encontro pessoal já sabem tudo umas sobre as outras; entretanto, é importante que os aplicativos sejam usados para conhecer novas pessoas e não se esconder para sempre atrás da tela dos smartphones e tablets.

Fechar X