No mês passado, Hugo Bonemer causou comoção ao dizer que tinha um namorado, e não uma namorada. O Brasil ainda é um país LGBTfóbico, com até mesmo parlamentares fazendo discursos de ódio. Não é difícil entender por que assumir a sexualidade aqui é um gesto de coragem, né?

O Virgula selecionou alguns nomes da classe artística que não tiveram medo de falar sobre a sua homo (ou bi) sexualidade. E viva a tolerância :)

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos