A cena em que Rafiki levanta Simba no topo de uma montanha em “O Rei Leão” é uma das mais reconhecidas do cinema. E um homem teve a chance única de testemunhar algo parecido na vida real: um babuíno levantando um filhote de leão em uma reserva ambiental em Joanesburgo, na África do Sul.

No entanto, a versão da vida real provavelmente não terá um final feliz. Segundo explicou Kurt Schultz, o autor das fotos, à agência The Associated Press (AP), o babuíno tomou o filhote como seu fosse seu e o levou até o topo de uma árvore, um comportamento incomum.

“Babuínos macho costumam cuidar dos seus filhotes, mas os cuidados dados a esse leãozinho são os mesmos que uma fêmea teria com sua própria cria”, contou Schultz, operador de safári do Kruger National Park. Ele relata nunca ter presenciado algo parecido em 20 anos de carreira.

O grupo dos macacos estava reunido em uma área montanhosa onde leões e leopardos escondem os filhotes enquanto caçam, e provavelmente foi assim que acharam a cria. O especialista relatou que os babuínos “são muito fortes e enquanto estavam animados brigando pelo leãozinho podem ter causado alguma lesão interna nele”. Além disso, o novato mostrava sinais de desidratação.

Após o grupo se acalmar, um dos machos pegou o pequeno e o levou de galho em galho por um longo período.

Infelizmente, as chances do filhote de sobreviver são mínimas. “O bando era grande e um leão [adulto] não conseguiria resgatá-lo. A natureza é cruel muitas vezes e a sobrevivência de um predador filhote não é fácil. Ele poderia se tornar uma ameaça ao grupo quando crescesse. Já testemunhei babuínos matarem cruelmente filhotes de leopardo e ouvi que também fizeram isso com um de leão”, completou Schultz.

 

Ver essa foto no Instagram

 

BABOON & LION CUB VIDEO

Uma publicação compartilhada por Kurt Safari (@kurtsafarico) em

Fechar X
Sem mais artigos