Barbearia foi contra ordem de fechamento com ajuda de milicianos

Uma barbearia no Estado de Michigan está dando o que falar nos Estados Unidos ao reabrir as portas para atendimento, mesmo contra a ordem do governo de manter o comércio fechado na região devido à pandemia do novo coronavírus.

O salão de Karl Manke está com o funcionamento normal devido à proteção de um grupo de milicianos, que fazem a segurança na porta do local contra uma possível invasão da polícia.

Alguns moradores do bairro se juntaram ao local, mas não foi para cortar o cabelo ou fazer a barba. Usando bonés do presidente Trump, eles protestam contra a governadora Gretchen Whitmer, que ainda não autorizou a reabertura do comércio no Estado.

De acordo com pesquisa realizada por jornais locais, a maioria da população de Michigan, cerca de 70%, aprova a atuação de Whitmer e a maneira como ela vem combatendo a pandemia.

O Estado de Michigan tem um dos maiores surtos nos Estados Unidos da Covid-19. Até ontem, o governo local informou que mais de 48 mil pessoas já haviam sido infectadas, com quase 4.800 vítimas fatais.

Fechar X
Sem mais artigos