Penni passou o primeiro ano e meio de sua vida trancada em um porão, em uma casa em que os moradores enfrentavam problemas com drogas. Ela era maltratada verbalmente e fisicamente todos os dias, até que um dia foi resgatada

Reprodução Penni e Blaine DeLuca

Penni passou o primeiro ano e meio de sua vida trancada em um porão, em uma casa em que os moradores enfrentavam problemas com drogas. Ela era maltratada verbalmente e fisicamente todos os dias, até que um dia foi resgatada.

Após o resgate, parecia que tudo no mundo assustava a cadela. O local que a resgatou estava preocupado que ela demorasse para ser adotada por causa de todos esses medos. Porém, ela conheceu Blaine DeLuca.

Penni passou o primeiro ano e meio de sua vida trancada em um porão, em uma casa em que os moradores enfrentavam problemas com drogas. Ela era maltratada verbalmente e fisicamente todos os dias, até que um dia foi resgatada

Reprodução Penni 

Blaine andou procurando um cachorro por diferentes abrigos. Ele queria um que fosse um companheiro para suas aventuras por aí. A primeira vez que viu Penni, foi avisado de que ela era muito tímida e precisaria de um tempo para confiar nele. Mas Penni surpreendeu, lambeu a cara de Blaine e ainda sentou em seu colo.

Após trazê-la para casa, o rapaz teve que ajudar Penni com seu medo de tudo. “Ela estava aterrorizada com absolutamente tudo. Era horrível. Foi uma batalha durante um tempo. Eu não conseguia nem levá-la para passear. Em seis meses, ela sequer fazia contato visual”, contou Blaine DeLuca.

Mas o novo dono não desistiu dela e fez tudo o que pode, até mudou para uma república em que os outros colegas tivessem cachorro. Aos poucos, a dupla de New Jersey conseguiu passar mais tempo fora de casa. Em 2015, eles mudaram para Las Vegas e aí tudo mudou.

Penni passou o primeiro ano e meio de sua vida trancada em um porão, em uma casa em que os moradores enfrentavam problemas com drogas. Ela era maltratada verbalmente e fisicamente todos os dias, até que um dia foi resgatada

Reprodução Penni e Blaine DeLuca

“Nesse ponto, eu realmente conseguia ver uma mudança. Ela realmente amava passar tempo fora de casa. Ela tinha se tornado um cachorro normal dentro de casa, mas quando saia de casa se transformava no cachorro mais feliz que já vi”, disse.

Agora, Blaine e Penni não só passeiam pela rua, como vivem grandes aventuras. Até escalada a cachorra já fez! Veja fotos:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos