Reprodução/Xu/Chutian Metropolis Daily

Um cachorro ficou por quatro dias parado na Ponte do rio Yangtzé, em Wuhan, na China, aguardando seu dono retornar. No entanto, a espera foi em vão, já que o tutor havia se suicidado no local.

A Associação de Proteção a Pequenos Animais de Wuhan teve acesso ao conteúdo da câmera de segurança da área e descobriu que na noite dia 30 de Maio, um homem esteve na ponte e foi seguido pelo cão. Como estava escuro, a associação relatou à plataforma de vídeos Pear Video que não foi possível saber o que ocorreu exatamente, mas conseguiram ver que a vítima pulou da ponte sem hesitar.

O animal ficou no local, ainda na esperança de rever o dono. A imagem desta espera chamou a atenção de um pedestre identificado apenas pelo sobrenome Xu. Segundo o Daily Mail, ele tentou resgatar o pet, que acabou se assustando e fugiu.

Reprodução/Xu/Chutian Metropolis Daily

Xu obteve ajuda da associação de Wuhan para procurar o fiel cãozinho, mas até o momento ele não foi encontrado.

Reprodução/Pear Video

“Ainda temos esperança de encontrar um novo dono para este cachorro. Achamos que é muito triste para um cão tão leal acabar vivendo nas ruas”, lamentou Du Fan, diretor da Associação de Proteção a Pequenos Animais de Wuhan, ao Daily Mail.

Fechar X
Sem mais artigos