Aconteceu no último fim de semana, na vila de Tamil Nadu, na Índia, o festival Vijayadashami. Segundo a crença local, uma vez ao ano, mulheres se ajoelham diante de líderes religiosos para serem açoitadas até se livrarem de maus espíritos e doenças.

Segundo o site Daily Mail, cinco mil mulheres adultas e adolescentes apanharam com cordas uma por uma até não conseguirem mais suportar a dor. O festival as chama de “voluntárias” e “buscadoras de salvação”.

Chelli, de 60 anos, disse ao Daily Mail: “um único golpe pode curar doenças, dor e outros males”. Uma garota de 14 anos participou do festival para tentar ser curada do ciclo menstrual irregular. Uma outra voluntária contou também ao site inglês que seus sogros pensavam que ela estava possuída por maus espíritos e que isso não traria boa sorte ao seu lar de recém-casada.

Perguntado se o ritual é considerado crime, um dos líderes religiosos respondeu: “é a crença das pessoas que as trazem aqui. Se elas não vierem, não iremos às suas casas buscá-las”.

Veja também registros fotográficos chocantes de violência doméstica contra mulheres paquistanesas:

Fechar X
Fechar X