Tiara Abraham tem 14 anos, vive em Sacramento, capital da Califórnia, e ama música. Mas não estranhe ao vê-la caminhando pelo campus da faculdade comunitária American River College. Ela não está a passeio. Ela estuda lá. E Abraham está prestes a alcançar um desafio ainda maior, já que foi aceita em oito grandes universidades e precisa tomar uma decisão.

A jovem é um prodígio da música. Aos 4 anos, tornou-se membro da sociedade de alto QI, Mensa, aos 13, graduou-se no colégio e em Janeiro começou a ter aulas em período integral na faculdade comunitária. Ela se aplicou para concorrer ao programa de música de 10 universidades, sendo aceita em oito.

“Okay, vou tentar não esquecer de nenhuma”, a estudante disse rindo, enquanto conversava com a reportagem da rede ABC 10. As instituições que disseram “sim” a ela são: Universidade do Sul da Califórnia, Universidade do Pacífico, Universidade da Califórnia em Davis, Universidade do Estado do Sacramento, Universidade Estadual de São Francisco, Universidade Estadual de San Jose, Universidade da Califórnia em Berkeley e Universidade do Estado da Califórnia em East Bay.

A jovem ainda teria bolsa por mérito em metade das universidades.

“Será muito difícil escolher… Mas também é importante escolher o instrutor vocal certo para mim. Esse é o objetivo”, ela explicou. Abraham fará uma graduação em performance vocal.

Com tão pouca idade, a adolescente já se apresentou no tradicional Carnegie Hall, em Nova York, e ganhou o Prêmio Internacional Giuseppe Sciacca, no Vaticano, em 2017. Mas não sabe explicar de onde vem sua potência: “não sei, é algo que está dentro de mim. Eu sou apaixonada por canto. Cantar me faz feliz, é minha paixão”.

Seu grande sonho é performar para grandes companhias de ópera: “Met Opera e Sydney Opera House eventualmente.”

 

Fechar X
Sem mais artigos