Cemitério de Teresina brinca com a morte nas redes sociais

(Reprodução / Facebook) Cemitério de Teresina tira sarro da morte nas redes sociais

Se brincar com a morte é difícil até para as pessoas mais engraçadas que conhecemos, imagina para um cemitério? Pois em Teresina, no Piauí, o Jardim da Ressurreição está provando para todo mundo que a zoeira nunca morre.

Com postagens de memes que misturam o universo fúnebre e assuntos atuais, o #Cemi, como é carinhosamente apelidado pelos seus seguidores, já conquistou quase 24 mil fãs no Facebook e virou hit na internet.

Na fanpage dos caras, tem até vídeo de receita de “sanduíche de caixão”!

Nós batemos um papo com o Eudes Júnior, sócio da agência CJ Flash, que coordena as mídias sociais do cemitério desde 2013, e ele explicou como surgiu a ideia: “Sugerimos a rede social para o cliente com o intuito de desmistificar o tema morte, que é um tabu, com o objetivo de aproximar a marca dos jovens, que serão futuros consumidores. Fomos testando os formatos até cair no gosto do público”.

Ainda de acordo com Júnior, desde 2013, quando a agência começou a coordenar as redes do #Cemi, a marca ganhou força e está conseguindo conscientizar as pessoas sobre a necessidade de se pensar na compra de um jazigo mesmo durante a juventude, pois ninguém sabe a hora que a “miga” que usa capuz e foice fará uma visita.

Estamos mortos com os memes do #Cemi! Espia!

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos