Cidade russa chegou a marcar 38ºC no último sábado

Viver em um lugar que registra temperaturas muito baixas deve ser bem complicado. Se no Brasil, cidades do Sul do país chegam a marcar até -6ºC, imagina só morar em um município cuja temperatura já bateu 68ºC negativos!

Mas os moradores de Verkhoyansk, na Sibéria, parte leste da Rússia, ainda passaram por algo ainda mais inusitado. Se a cidade outrora já registrou a marca negativa, no último s´bado chegou a marcar 38ºC, o que deve ser um calor daqueles para os russos.

A marca atingida foi recorde para as cidades que ficam acima do Círculo Polar Ártico, segundo cientistas, superando os 37,2º já registrados, de acordo com reportagem da ABC News.

Moradores e especialistas estão preocupados com a “onda de calor” que tem invadido várias cidades da Sibéria. Mesmo frios pro natureza, o tempo seco e as temperaturas mais elevadas têm provado até incêndios nas regiões.

Fechar X
Sem mais artigos