É difícil encontrar alguém que esteja completamente satisfeito com o corpo, não é mesmo? Sejam alguns quilinhos a menos, alguns quilinhos a mais ou lábios mais carnudos, sempre tem algo que as pessoas modificariam.

Para criticar os padrões de beleza impostos pela sociedade e, claro, o uso excessivo de editores de imagem, a estudante de artes visuais Kelsey Higley, de 22 anos, criou um vídeo em stop-motion com 126 autorretratos de seu corpo alteradas pelo Photoshop. O material cria a ilusão de que a garota esta manipulando seu próprio corpo, como se moldasse em massa de modelar.

O vídeo da jovem é parte do projeto Manipulated (Manipulada, em tradução livre), que inclui retratos digitalmente alterados de mulheres com o objetivo de refletir os ideais de beleza de cada época.

Em seu site, Higley explica um pouco mais sobre o projeto e afirma que, após essa experiência, passou a gostar ainda mais de seu corpo.

“O vídeo passa por várias fases, e cada uma delas representam opiniões conflitantes que recebi sobre o que seria a verdadeira beleza. Começo e termino o vídeo com meu corpo natural,  justamente para ilustrar os efeitos que a mídia e a opinião pública têm sobre a forma como olhamos para nós mesmos. Optei por me usar neste curto vídeo para mostrar meu próprio conflito interior com  relação a beleza”, escreveu a estudante.

Quer ver como ficou o projeto? Dá play no vídeo:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos