A prefeitura de Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul, sancionou na última quinta-feira (2), uma lei que diz que homens condenados pela Lei Maria da Penha não poderão mais se candidatar a qualquer cargo no órgão público. Além disso, também veta nomeação e exonera agressores que estejam empregados no poder Executivo.

A lei foi publicada no Diário Oficial da cidade e se aplica para casos de violência que já foram julgados e não há mais possibilidade de recurso.

O estado do Rio de Janeiro também aprovou lei semelhante em março passado.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos