A escola Akshar Forum, fundada há três anos na Índia, decidiu ajudar a cidade a reciclar mais lixo. Para isso, criou uma pequena estrutura em que reúne o plástico usado nas casas dos alunos e os separa para reciclagem. No entanto, apesar de iniciativa, as famílias não estavam se empenhando muito na função, então a direção da escola decidiu criar uma taxa simbólica em troca de plástico.

Funciona assim: se não levam lixo reciclável até a escola, os alunos devem pagar uma taxa simbólica como mensalidade. Isto porque a instituição foi criada como sendo gratuita e fica em uma zona pobre da cidade.

“Nossa ideia era construir uma escola para crianças em situação de pobreza. Mas, ao percebermos o grande problema social e ecológico que a falta de reciclagem de lixo causava na região, decidimos ajudar também neste setor”, disse Mazin Mukhtar, professor que criou a instituição junto com sua esposa, ao site Bored Panda.

Ele explicou que na região é comum as pessoas se livrarem do lixo queimando o material. “A fumaça é tóxica, causa doenças e é muito desconfortável no dia a dia. Por isso, começamos a pedir que os alunos tragam o lixo de casa como forma de troca pela mensalidade”, explica.

O lixo organizado é vendido para empresas de reciclagem. Com este dinheiro, que gira em torno de US$ 2,5 (aproximadamente R$10) por dia, a escola paga alunos adolescentes para serem monitores de crianças menores em aulas de xadrez, por exemplo.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos