Cientistas, psicólogos e os próprios fabricantes já disseram que o mundo está viciado no celular. Seja pelas redes sociais, pelos serviços de streaming, pelos aplicativos que controlam toda a rotina, cada pessoa passa de maneiras diferentes horas grudada na tela do aparelho.

Para tentar reduzir o problema em sua própria vida, um engenheiro e ex-desenvolvedor de produtos do Google começou a mudar a cor da tela como forma de torná-la menos atrativa. “Tecnologia brinca com nossas vulnerabilidades emocionais. Ninguém compra um cereal que tenha caixa preta e branca. Pelo contrário. A mesma lógica se aplica aos dispositivos no celular, eles são coloridos, chamativos e feitos para estimular e prender a atenção”, disse Tristan Harris ao New York Times.

Ele explica que o truque é mudar o tom das telas para cinza, a chamada ‘greystone scale’. Assim, o aparelho fica menos atrativo. A psicóloga Megan E. Holstein concorda e diz que telas coloridas estimulam o cérebro além da conta, enquanto as em preto e branco se tornam “entediantes”.

Segundo o site Daily Mail, o caminho é ir em configurações gerais, acessibilidade e encontrar o campo visão do iPhone. Nos aparelhos Android, é preciso encontrar a opção ‘monocromática’ na aba device.

Fechar X
Fechar X