A família da americana Bethany Vierra veio a público pedir ajuda para retirá-la junto de sua filha, de quatro anos, da Arábia Saudita. Isto porque de acordo com as leis locais de guarda, elas precisam da autorização de um homem para viajarem para fora do país.

Segundo o site Insider, Bethany se mudou para a Arábia há oito anos para estudar e dar aulas. Se apaixonou e casou com um homem saudita, com que teve uma filha. Anos depois, por causa do comportamento agressivo do marido, pediu o divórcio. Apesar de a separação ter sido consedida, as leis locais dizem que toda mulher deve ter um guardião legal (pai, marido, filho, tio e etc). Sendo assim, o ex-marido é o responsável por Bethany e a filha do casal e não as autoriza a ter um passaporte ou viajar.

Myron Vierra, prima de Bethany, contou ao site The New York Times que devido à situação, o visto da americana venceu recentemente e ela está agora ilegal na Arábia. Por causa disso, não tem mais acesso à conta do banco e outros documentos. “Ela está presa lá e sem opções. É um sistema muito injusto”, afirma a prima.

Fechar X
Sem mais artigos