Garçom e restaurante dão belas atitudes contra o racismo

Um garçom do Estado norte-americano do Alasca foi notícia nas redes sociais dos EUA na última semana após um caso envolvendo protestos contra o racismo no país e nas mais diversas regiões do mundo.

Bryan postou em suas redes sociais a foto de uma camisa que usou no restaurante em que trabalho, que tinha a seguinte mensagem: “Olá, não seja racista. Obrigado”. O post foi para rebater uma crítica sofrida por ele por um cliente que se disse incomodado com a roupa e que deixaria de frequentar o local.

“Realmente eu gostei da comida e do serviço, mas este é um negócio e, como cliente, eu preferiria não ter as ideologias dos seus funcionários estampadas em sua camiseta. Não é uma camisa profissional para o trabalho e será a última vez que visito o estabelecimento. Sei que minha ação por si só não afetará você, mas boa sorte com sua campanha de guerreiro em justiça social”, escreveu o cliente em um post.

O garçom Bryan já havia aceitado que não usaria mais a camiseta durante o expediente, mas se surpreendeu com a atitude do dono do restaurante. “Meus chefes estão pedindo um monte de camisas para que todos no restaurante possam ter uma. Vou continuar vestindo minha infinidade de camisas antirracistas e anti-homofóbicas.

O post de Bryan sobre o assunto já teve mais de 100 mil curtidas e 20 mil compartilhamentos. Após a repercussão e a chuva de críticas, o cliente apagou o que escreveu.

Fechar X
Sem mais artigos