Simon pediu para que Jason ficasse parecido com ele para burlar teste de DNA

Desesperado por não querer assumir a paternidade, um inglês de 33 anos fez uma proposta absurda a um amigo. Pediu para que ele mudasse completamente o visual e fizesse o teste de DNA em seu lugar. Mais absurdo ainda: o amigo aceitou.

 

 

Simon Jordan, bombeiro da cidade de Bridgnorth, estava devendo quase R$ 90 mil a uma enfermeira que o acusava de ser pai do seu bebê. Quando a Justiça decidiu que ela tinha direito de propor um exame de DNA, Simon não teve dúvidas. Recorreu ao amigo Jason e propôs que ele mudasse o visual para ficar bem parecido com o bombeiro e respresentá-lo no dia do teste.

 

Jason topou e apareceu na clínica onde seria feito o exame., levando até o documento do amigo. Tudo ocorreu como o planejado por Simon. O teste deu negativo e ele estava livre da dívida. Mas a enfermeira continuou insistindo na paternidade, o que levou a Justiça a continuar investigando o caso.

 

Pouco tempo depois, a polícia identificou que Simon havia usado Jason para “burlar” o teste de paternidade. No fim, o bombeiro teve de assumir o filho, pagar a dívida de quase R$ 90 mil e ainda foi multado em R$ 10,7 mil. Além do dinheiro, Simon está sendo monitorado pela Justiça da cidade e tem de cumprir 200 horas de serviço comunitário.

Fechar X
Sem mais artigos