Wendell Melton, que vive no estado de Nevada, nos Estados Unidos, foi preso nesta semana depois de atirar e matar o filho de 14 anos na casa em que moravam. Segundo o site Daily Mail, o homem confessou o crime e disse que os dois se envolveram em uma discussão por conta da orientação sexual do adolescente.

“Ele odiava o fato de seu filho ter um namorado. Tenho certeza que dentro da cabeça dele preferia ter um filho morto a um filho gay”, disse a mãe adotiva do jovem à CNN.

O homem foi preso acusado de assassinato, abuso infantil e porte ilegal de armas.

Sarah Cunningham , a ‘mãe substituta’ de casamentos LGBT:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos