O norte-americano Louie Amundson decidiu pedir perdão a um colega de escola 20 anos depois deles terem estudado juntos. O motivo foi nobre. A filha de 10 anos de Louie perguntou ao pai se ele já havia feito bullying com outras crianças. Ele disse que sim e, na hora, se arrependeu. Então, depois de adulto, decidiu buscar Chad Morrisette nas redes sociais e enviou uma mensagem de desculpas que se tornou viral.

Na mensagem, ele explica que a ideia surgiu após conversa com sua filha e continua: “eu entendi o quanto fui cruel com você quando éramos crianças. Eu quero me desculpar. Se morássemos no mesmo estado, o faria pessoalmente. Não sei se você se lembra, mas eu me lembro e sinto muito.”

Chad respondeu prontamente: “estou emocionado com isso, obrigada e aceito suas desculpas. Em 20 anos, você é a única pessoa que se desculpa pelo bullying feito comigo. Espero que você diga com orgulho para sua filha que fez isso e que nós estamos bem. É incrível o que duas décadas e filhos fazem conosco, não? Obrigada e lute sempre contra o bullying”.

Por conta da troca de mensagens ter ganhado a internet, os dois puderam finalmente se encontrar pessoalmente em um programa de TV.

Na web, várias pessoas dividiram também histórias parecidas. “Recentemente, uma criança que me torturava também veio pedir desculpas. Ela descobriu que seu sobrinho sofria bullying na escola”, escreveu. Outra pessoa comentou: “não sei se eu seria capaz de perdoar aqueles que fizeram bullying comigo.Eles acabaram com minha confiança nas pessoas e arruinaram boa parte da minha vida”.

10 maneiras de combater o bullying, por Maíra Medeiros:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos