Reino Unido já passou dos 8.000 casos do novo coronavírus

Não são todos no planeta que têm a consciência e nem mesmo a consideração com o próximo diante deste momento em que o mundo atravessa uma das maiores crises da saúde de todos os tempos, por conta da pandemia do coronavírus. Acredite, tem quem não se importe.

 

 

Uma idosa de 75 anos do balneário de Gosport, na Inglaterra, disse em entrevista à BBC Rádio que “não se importa” em contrair o coronavírus e que vai continuar desafiando o toque de recolher, mencionado pelo primeiro-ministro Boris Johnson.

 

Além de não ter medo de contrair a doença, Chris, como foi identificada, também contou que não se importa em passar o vírus para as outras pessoas e que “vale a pena correr o risco” por um dia na praia. “Se você tiver que pegar, vai pegar de qualquer jeito”, disse.

 

O jornalista Pat Sissons, que fazia a entrevista, não gostou nem um pouco da postura desafiadora da idosa e cortou a entrevista, pedindo desculpas aos ouvintes, e repetindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde. Os idosos são o grupo mais vulnerável para o contágio do novo coronavírus.

Sem mais artigos