Moça

Quem diria que ter um filho que sofreu bullying podia ser o estímulo para criar uma projeto milionário? Pois foi exatamente isso que aconteceu com Julia Deane, que após mudar seus filhos para um colégio particular na Grã-Bretanha, decidiu fabricar pastas de couro iguais as usadas pelos bruxinhos de Hogwarts em Harry Potter.

Tudo começou quando sua filha Emily foi vítima de bullying, o que fez com que Julia quis mudar o colégio em que a menina e o seu outro filho, Max, estudavam. Como não achou vaga em nenhum outro colégio público, acabou colocando os dois em uma instituição particular. Acontece que as escolas particulares no Reino Unido são extremamente caras e a mensalidade custava o equivalente a R$ 5 mil.

Em busca de dinheiro para pagar a educação dos filhos, ela começou a pesquisar trabalhos, até que um dia resolveu que abrir uma empresa que fabricasse e vendesse pastas de couro iguais às usadas na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. A ideia surgiu porque ela sempre lia para seus filhos a história do bruxinho e queria comprar essas pastas, mas nunca tinha encontrado alguém que as vendesse ou fabricasse.

bolsas-da-cambridge-satchel-company-1434021391572_615x300

Então em 2008 ela acabou criando a Cambridge Satchel Company, que começou na sua cozinha. Ela conta que para conseguir um fabricante para terceirizar as peças, ligava praticamente de meia em meia hora para uma empresa concorrente para saber quem era o deles, até que obter o nome, e que entrou em contato com o maior número de jornalistas e blogueiros de moda para promover a marca, fazendo sua própria assessoria.

Taylor Swift

Atualmente ela chega a vender as bolsas para mais de 100 países e tem um faturamento anual do que equivale a R$ 60 milhões, sendo que até a diva pop do momento, Taylor Swift, é uma das que aderiu ao encanto das peças.

 

Fechar X

Fechar X
Sem mais artigos