“Um dos mais estranhos e sinistros encontros que já tive na vida”. É assim que o ator e comediante inglês Stephen Fry define a entrevista que fez com o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) para o documentário “Out There”, que fala sobre o avanço da homofobia no mundo, e está sendo exibido pela BBC, no Reino Unido. 

Em um teaser do documentário, divulgado na internet, o deputado afirma: “Nenhum pai tem orgulho de ter um filho gay” e “Nós, brasileiros, não gostamos dos homossexuais”. Ele atribui ainda as agressões aos homoafetivos no Brasil ao uso de drogas e à prostituição.

O político revela que está pensando em organizar uma passeata do orgulho hétero, mas que não convidaria Fry, que é gay assumido. 

“Bolsonaro é o típico homofóbico, que eu encontrei pelo mundo, com seu mantra de que os gays querem dominar a sociedade, recrutar crianças ou abusar delas. Mesmo num país progressistas como o Brasil, suas mentiras criam histeria entre os ignorantes, dos quais violência pode surgir”, comenta Stephen Fry.

Veja abaixo o teaser do documentário com a declaração de Jair Bolsonaro:

Fechar X