A Prefeitura de São Paulo começou a implementar na última sexta-feira (26) o projeto Centro Aberto, que tem como propsta, fazer com que o cidadão tenha a oportunidade de se apropriar do centro da cidade através de intervenções temporárias baseadas nas transformações que estão planejadas para a região do centro da cidade.

Os locais escolhidos para os primeiros pilotos foram o Largo São Francisco e o Largo Paissandu. Durante os próximos dois meses, esses dois lugares devem receber faixas de pedestres novas, paraciclos, banheiros públicos, bancos, decks com guarda-sol e cadeiras de praia, equipamentos de lazer e ginástica, entre outras coisas.

Além disso, uma programação cultural com feirinhas gastronômicas, projeções de cinema e vídeo, shows, karaokês, bailes e danças na praça, rodas de samba e apresentações artísticas também tomarão conta da região.

Essas intervenções temporárias tem como objetivo testar essas propostas de mobilidade e convivência antes de que as mudanças sejam feitas de maneira permanente. Esses projetos foram discutidos por arquitetos, urbanistas, estudantes e entidades da sociedade civil que atuam no centro.

Fechar X
Sem mais artigos