Qual é o seu super-herói favorito? E a sua super-heroína preferida? Aposto que para a primeira pergunta as respostas serão o mais variadas possível, afinal, o que não falta nesse mundo são super-heróis, né? Mas muito provavelmente apenas meia dúzia serão lembradas como as melhores super-heroínas. Por que isso acontece? Simplesmente porque as mulheres ainda não tem o mesmo espaço que os homens nesse mundo, nem na vida real e nem nos quadrinhos/filmes.

Você pode até estar pensando “No passado isso até podia ser verdade, mas atualmente as coisas não acontecem mais bem assim”. De certa forma é até meio que verdade isso, considerando o fato de que alguns projetos estão sendo feito para aumentar um pouco o espaço delas, como esse livro lançado pela DC Comics. Mas infelizmente essa desigualdade ainda é uma realidade e a gente vai te mostrar o porquê.

1.) Elas são tratadas como objetos sexuais

Roupas coladas, seios e bunda sempre grandes e em evidência (muitas vezes graças a posições que são possíveis única e exclusivamente nos quadrinhos, impossíveis de serem reproduzidas na vida real). Muitas vezes a história delas acaba ficando em segundo plano, fazendo com que o seu objetivo seja, na verdade, estimular a imaginação dos marmanjos viciados em HQs na hora do sexo. Babaca sim ou claro?

sexualizadas

2.) Viúva Negra substituída por Capitão América

Provavelmente você já ouviu falar da polêmica que estourou há algumas semanas a respeito do boneco da Viúva Negra ser substituído pelo Capitão América. Não? A gente te explica. Em Vingadores: Era de Ultron, a heroína (interpretada por Scarlett Johansson) tem uma cena em que salta de um Quinjet montada numa moto. Só que nos bonecos da Disney quem está na moto é o Capitão América. Mulher perdendo o espaço que é dela e tendo homens colocados em seu lugar: até quando?

3.) Mulheres em Os Vingadores

Nos dois filmes lançados dos Vingadores, a quantidade de super-heroínas presentes no grupo é muito pequena, tendo apenas a Viúva Negra no primeiro, e ela e a Feiticeira Escarlate no segundo. Tudo bem, a quantidade de super-heróis que fizeram parte do grupo é muito grande e eles precisavam cortar gente, mas custava deixar o número de homens e mulheres mais ou menos parecido? O que aconteceu com a Ms. Marvel, a Mulher Aranha, a Harpia, etc?

Os Vingadores - mulheres

4.) Filmes de super-heroínas

Esse é o ponto em que a diferença entre os homens e as mulheres no mundo dos heróis fica mais claro. Enquanto os super-heróis tem mais de 100 filmes, contando adaptações de quadrinhos e personagens originais do cinema, as mulheres tem, até agora, um total de três filmes. Isso mesmo. TRÊS. Eles são o Supergirl, de 1984; o Mulher-Gato, de 2004; e o Elektra, de 2005. E mesmo quando os filmes são sobre um grupo de super-heróis, como os Vingadores, X-Men, O Quarteto Fantástico, Guardiões da Galáxia, entre outros, o foco acaba sempre maior nas personagens masculinos.

Super-heroínas filmes

5.) Marvel não acredita muito nelas

Recentemente a Marvel protagonizou uma polêmica que envolvia, justamente, esse assunto. Uma troca de e-mails entre o CEO da Marvel e o da Sony mostra que os empresários acreditam que os filmes de super-heroínas não são lucrativos, citando como exemplo justamente os três filmes citados no tópico anterior, que não tiveram tanto sucesso assim.

super heroinas quadrinhos

É claro que a situação está melhorando de pouquinho em pouquinho, como coma  série da Supergirl de irá estrear na fall season desse ano, e com o filme da Mulher Maravilha, que irá ser lançado em 2017, mas ter a noção de que as coisas tem muito o que melhorar ainda.

 

Fechar X

Fechar X
Sem mais artigos