A americana Heather Boyer, que vive no estado de Mississipi, nos Estados Unidos, foi ao Facebook responder a um comentário racista que recebeu de uma amiga após sua filha postar uma foto com o namorado. A mensagem dizia: “eu não sabia que sua filha estava namorando um rapaz negro. Você sabia?”.

Heather escreve no post que, após pensar muito sobre o assunto, decidiu responder publicamente. “Sim, é claro que eu sabia, mas a cor da pele não define quem ele é. O que o define é como trata a minha filha”.

“Vejo minha filha namorando um garoto que vem à minha casa e não me mostra nada além de respeito. Vejo minha filha namorando um garoto que a trata bem. Que a leva a encontros, jogos, jantares… não a festas. Vejo minha filha namorando um garoto que a leva à igreja com ele. Todo domingo. Ele toca na banda, ela se senta com a família dele. Quantos jovens hoje têm igreja como prioridade?”.

A mãe escreveu ainda: “ele não bate nela, não mente para ela, não a faz chorar. Eu preferiria que ela namorasse um garoto branco que fizesse essas coisas com ela apenas para evitar que se relacione com alguém de outra raça? Absolutamente, não. Sei que as pessoas têm opiniões diferentes, mas no fim do dia só me importa que ela tenha alguém que a ame, a trate como uma rainha e a faça feliz. Isso é algo que nunca tive na minha vida e fico feliz que ela tenha”.

O post tem mais de um milhão de curtidas e criou um movimento solidário. Várias pessoas publicaram nos comentários histórias de amor de casais interraciais. Confira na galeria:

Fechar X
Fechar X