Após ser alvo de ataques preconceituosos por post no Instagram ao lado do companheiro, Emerson Cordeiro, major do Exército Brasileiro, decidiu não se calar. Por meio de um textão no Facebook, ele expôs a situação e recebeu o apoio de milhares de pessoas.

“Não foi em um ou dois grupos de Whatsapp que fui exposto a todo tipo de comentários homofóbicos e desrespeitosos! Foram em centenas! Grupos que abrangem o Brasil inteiro. Chega uma hora que não podemos mais nos calar! Precisei enfrentar essa situação e me expor ainda mais para que outros depois de mim sejam respeitados como merecem!”, escreveu ele.

Segundo Emerson, a foto em que ele aparecia com o companheiro, em comemoração aos seis anos de relacionamento, foi printada por colegas de farda instantes depois de ser postada e, divulgada em um grupo de mensagens, daí em diante viralizada a muitos outros grupos, formados na maioria por militares.

Fechar X
Fechar X