Um menino de 11 anos é acusado de atirar em seu pai, o policial norte-americano Matt Makowki, depois de ter sido proibido de jogar videogame por uns dias. Segundo o site Daily Mail, o menino se irritou depois de ter sido repreendido e perder o acesso aos jogos, pegou a arma do pai e atirou em suas nádegas.

De acordo com os registros policiais, Allison Makowski, mãe do garoto, disse que estava dormindo quando ouviu o barulho e os gritos do marido. Ela se preparava para ligar para a polícia, quando viu o filho na escada segurando outra arma. A mulher, então, correu e se escondeu no quarto até que a polícia chegasse.

As autoridades disseram ainda que o menino explicou o motivo do tiro. Ele disse que queria brincar com o PlayStation, Xbox e computador e, se não conseguisse pegar estas coisas de volta, teria uma segunda sessão de disparos. A polícia disse ainda que ele tinha a intenção de atirar na cabeça do pai. O pré-adolescente, que tem histórico de agressividade na escola e entre os vizinhos, está sob custódia e voltará a ser julgado por delinquência e tentativa de assassinato no próximo mês.

Fechar X