Um motorista de Uber da cidade de Fairbanks, no Alaska, arranjou um jeito de lidar com aquela grande questão toda vez que se começa uma corrida pelo aplicativo: puxo conversa ou não?

A dúvida cruel já chegou a tal ponto que foi cogitado criar-se um opção nas configurações do aplicativo em que o passageiro escolhe uma “viagem silenciosa”, que gerou muitos debates.

No entanto, esse motorista, chamado Jeffrey, achou um jeito divertido de resolver a questão, e criou um “menu” no qual deixa o passageiro escolher como quer ser tratado! O “cardápio” inclui várias opções divertidas, confira:

“A Corrida Motorista Nervoso – Eu reclamo sobre todos os outros motoristas, seus veículos, e porque les não deveriam poder dirigir!

“A Corrida Terapia – Algo está de incomodando? Eu escuto seus problemas com empatia e talvez te ajudo a ver seus problemas com mais clareza (sem garantias).

“A Corrida Informativa – Eu te falo tudo que sei sobre o Alaska e digo porque você não ficou o suficiente para conhecer o que importa.

“A Corrida de Restaurantes – Te dou dicas dos vários restaurantes e te ajuda a decidir onde comer. Às vezes até sugiro qual garçom chamar.

“A Corrida Simon & Garfunkel – Os sons do silêncio (referência ao álbum Sounds of Silence)

“A Corrida Lições de Vida – Eu compartilho algumas das maiores lições de vida. Você pode me ouvir ou não.

“A Corrida Política – Brincadeira. Você tem a sua opinião, eu tenho a minha. Não posso mudar sua cabeça e você não pode mudar a minha.

“A Corrida EU – Eu te conto tudo sobre mim.”

E por fim, ainda tem um serviço a mais: “Tirar um foto. Um curso de fotografia me deu um conhecimento bom para tirar fotos ótimas.”

Veja também: Motorista de táxi tira foto de seus passageiros por 20 anos

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos