O estudo sugere que, no futuro, vídeos de gatos podem ser usados como forma de terapia de baixo custo (Créditos: Reprodução/Instagram)

O estudo sugere que, no futuro, vídeos de gatos podem ser usados como forma de terapia de baixo custo (Créditos: Reprodução/Instagram)

Assistir vídeos de gatinhos na internet pode parecer uma simples forma de entretenimento, mas, na verdade, é uma ótima maneira de manter a saúde em dia. Não acredita? Segundo uma publicação científica, ver felinos fofinhos em cena aumenta a energia e a emoção dos telespectadores.

Para chegar nesta conclusão, a pesquisa feita por Jessica Gall Myrick, da Universidade de Indiana Bloomington, entrevistou quase sete mil internautas e perguntou o que eles achavam dos vídeos de gatos e como eles afetavam seu humor. Cerca de 36% dos participantes afirmou gostar mais de gatos do que de cães, enquanto 60% disse gostar dos dois animais.

Além de descobrir que os entrevistados não se sentiam mal em deixar algumas tarefas, como trabalho ou estudo, de lado para assistir vídeos de gatinhos fofinhos, o estudo também descobriu que, além de deixar as pessoas com mais energia, as imagens também ajudam na diminuição de certas emoções, como a irritação, a ansiedade e a tristeza.

“Como pesquisadora de mídia e espectadora, senti a necessidade de recolher alguns dados sobre esse fenômeno da cultura pop”, explicou Jessica.

De acordo com o Daily Mail, em 2014 havia mais de dois milhões de vídeos de gatos no YouTube e os vídeos dos felinos, que na época tinham sido vistos mais de 26 bilhões de vezes, possuíam mais visualizações por vídeo do que qualquer outra categoria de conteúdo do site.

Fechar X
Sem mais artigos