Uma nova modalidade de youtubers está ganhando força – e muito dinheiro! – nas redes sociais. São mulheres que gravam e publicam suas refeições. Mas não é qualquer menu, elas comem quantidades imensas de fast food diante das câmeras.

A tendência, que apareceu na Coréia e foi batizada de ‘mukbang’, se espalhou por outros países. A australiana Tannar Eacott, de 23 anos, tem mais de 500 mil views em vídeos deste tipo e lucra mais de US$ 10 mil (aproximadamente R$ 38,7 mil) por mês.

A canadense Veronica Wang tem mais de 1,2 milhões de inscritos em seu canal do YouTube que a assistem comer pratos gigantes de comida. A americana Kim Thai também passa horas comendo refeições de vários países diante das câmeras.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos