Paciente confessou que cometeu erro ao achar que Covid-19 era fake

Uma enfermeira do hospital Methodist Healthcare, em San Antonio, no Estado do Texas (EUA), revelou que um paciente infectado pelo novo coronavírus confessou a ela que achava que a doença era “fake”.

Um homem, na casa dos 30 anos que não teve o nome divulgado, contraiu a doença em uma das chamadas “Festa da Covid”, e confessou que não acreditava na infecção até ver que estava em uma situação ruim de saúde no hospital.

“Pensei que o vírus fosse fake, mas não é. Acho que cometi um erro”, disse o paciente, pouco antes de morrer, à enfermeira, que relatou o caso à diretora do centro médico, Jane Appleby.

As chamadas “Festas da Covid” teriam começado em universidades dos Estados Unidos e depois se espalhado para outros lugares do mundo. Nelas, as pessoas não infectadas participam com quem está com vírus para saber quem é que pega a doença. Há até apostas em dinheiro.

Fechar X
Sem mais artigos