A americana Kim Kelley-Wagner resolveu fotografar as filhas, que são adotadas e vivem com ela desde os primeiros meses de vida, segurando frases preconceituosas que já tiveram que ouvir.

“Eu já tentei explicar para as minhas filhas que as pessoas não dizem essas coisas por maldade, mas por ignorância”.

“As palavras são poderosas, elas podem ser ferramentas ou armas”. E conclui: “Use-as de forma sábia”, afirmou.

O Virgula Lifestyle já mostrou aqui outros ensaios fotográficos para combater o preconceito também foram feitos da mesma maneira: as vítimas segurando cartazes com os absurdos que já foram obrigados a ouvir.

“Eles te deixaram escolher uma?”.

“Por que você não pegou uma que fosse ‘perfeita’?”.

“Você vai mandá-la de volta quando ela for adulta, certo?”.

Fechar X
Sem mais artigos