O ator ameaçou tomar ações legais contra os organizadores

O mês de junho é conhecido como mês do Orgulho LGBT+ pelo histórico de luta pelos direitos civis da comunidade. No entanto, o grupo Super Happy Fun America, na cidade de Boston, resolveu realizar a chamada “Parada do Orgulho Hétero”. O anúncio do evento gerou muitas respostas e reações, mas a mais marcante foi a de Brad Pitt.

A imagem do ator foi usada na divulgação do evento e ele foi adotado como “mascote” do movimento, e o ator não gostou nem um pouco disso. Brad Pitt inclusive ordenou legalmente que sua imagem não fosse mais utilizada para fins de associá-lo à mensagem, e o grupo teve que parar mesmo, se não poderia até ser processado.

Anúncio de Brad Pitt como mascote que diz “A Comunidade Hétero adotou Brad Pitt como mascote! Parabéns, Sr. Pitt, por ser a cara de um movimento importante pelos direitos civis. Direitos dos Héteros são Direitos Humanos.”

Super Happy Fun America se diz ser uma organização a favor dos “direitos dos heterossexuais” e descreve a parcela heterossexual da população como uma “minoria oprimida”.

De acordo com oficiais do governo, o evento ainda não foi autorizado e seus organizadores ainda não obtiveram uma licença para realizá-lo.

Outro famoso que se manifestou contra os ideais do movimento foi Chris Evans, que é de Boston. Ele postou em seu twitter: “Uau! Ótima iniciativa, gente!! Mas pensem comigo, em vez de ‘Parada do Orgulho Hétero’, que tal se chamarem assim: ‘Parada de Homens Tentando Oprimir Nossos Pensamentos Através da Homofobia Porque Ninguém Nos Ensinou A Processar Nossas Emoções Quando Éramos Crianças’? O que acham? Muito direto?” Ele ainda adicionou, “(…) em vez de sentir raiva (que na verdade é apenas medo do que você não entende), pare por um momento para ter empatia e evoluir.”

A cidade de Boston realiza uma Parada do Orgulho LBGT+ todo ano, e o prefeito da cidade demonstrou apoio à comunidade apesar desses eventos.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos