Fechar X

O Miss Bahia 2013, concurso de beleza que escolherá uma representante do estado para participar do Miss Brasil, está dando o que falar na internet por supostamente ter um pequeno número de participantes negras entre as candidatas ao título. Segundo alguns dos protestos que vem sendo feito através de blogs, redes sociais e abaixo-assinados virtuais, o estado que possui 76,2% de população negra, deveria ter mais participantes da etnia.

Uma petição lançada no site Change.org pede uma explicação imediata dos organizadores do concurso e ainda propõe a alteração dos juízes, formação de uma comissão fiscalizadora, ações para aumentar a representatividade de meninas negras e uma revisão dos padrões de beleza adotados pela atual mesa de jurados do concurso.

“A representatividade étnica das finalistas do concurso não deixam dúvida de que há por parte dos juízes uma preferência óbvia por um biotipo. Portanto, vamos fazer justiça por todas as meninas negras lindas, que tem o direito de sonhar em um dia ser Miss Bahia. Ou Miss Brasil e quem sabe, Miss Universo. Vamos assinar para que a cara do Miss Bahia 2014 seja bem diferente”, diz a petição.

No entanto, enquanto a petição vem recebendo apoio em forma de assinaturas, há quem não concorde com o que está sendo proposto e acusa os autores do abaixo-assinado de cometer racismo ao contrário.

“Você é uma racista! Por quê? Na Bahia só tem negro? Quer o quê? Um apartheid? Vamos deixar só negro na Bahia e só branco no Rio Grande do Sul? Claro que uma branca pode representar a Bahia, pois é cidadã baiana do mesmo jeito! Vocês são racistas às avessas”, escreveu uma internauta na própria página da petição.

“Querem cotas para o que as pessoas julgam bonito ou não? Querem cotas para o que as pessoas sentem ou não? Querem cotas para aquilo que as pessoas sentem tesão ou não? Cotas para a minha subjetividade? Vocês não passam de nazistas! Afronazistas! Querem sujeitar toda uma nação a sua síndrome de inferioridade”, escreveu outro internauta.

Já o blog Acid Black Nerd faz uma analogia do concurso com o sistema de cotas para negros nas universidades: “Se a composição do concurso fosse estabelecida por cotas raciais, pelo menos 24 candidatas do Miss Bahia seriam negras ou pardas”, escreve o autor.

Segundo o site dos organizadores, as 30 finalistas do estado, sendo 11 da capital e 19 do interior, foram escolhidas entre mais de 700 inscritas. 

A final do Miss Bahia acontece no dia 25 de maio, no Hotel Sheraton, de Salvador. Em julho, a representante da Bahia enfrentará outras concorrentes no Rio de Janeiro e terá a chance de ser eleita a mulher mais bonita do Brasil.

Veja todas as participantes ao título de Miss Bahia na galeria acima! 

Fechar X
Sem mais artigos