Divulgação/PLoS One

Cientistas japoneses afirmam ter descoberto uma maneira de reduzir o uso de pesticidas na pecuária. Segundo um estudo publicado no revista PLos One,  pintar vacas com listras em preto e branco, como o padrão encontrado em zebras, reduz significativamente os ataques de moscas.

O estudo realizado por especialistas do Centro de Pesquisa Agrícola de Aichi, no Japão, utilizou no experimento vacas na cor preta e as separaram em três grupos: as com listras em preto e branco (figura A), com listras pretas (figura B), e aquelas que não foram pintadas (figura C).

Divulgação/PLoS One

Segundo mostram os resultados, as vacas com listras “tipo as de zebra” (figura A) possuíam menos picadas de moscas. Os cientistas mostram que as pinturas diminuíram em 50% a incidência dos insetos, amenizando os comportamentos defensivos dos animais.

“Este trabalho fornece uma alternativa ao uso de pesticidas convencionais para atenuar os ataques de moscas no gado, além de melhorar o bem estar dos animais e da saúde humana. Os resultados também podem ajudar a resolver o problema de resistência a pesticidas no meio ambiente”, explicaram.

Superfícies em preto e branco atraem menos moscas por causa da polarização da luz, que implica na percepção dos insetos e interfere no pouso deles.

A presença de moscas, apesar de parecer inerente, significa mais do que uma simples chateação aos animais. Esses insetos, como explicam os pesquisadores, aumentam comportamentos defensivos como bater as patas e movimentar a cabeça bruscamente. O gado também tende a se agrupar mais, causando estresse e ampliando o risco de se ferirem. Estima-se que os ataques de moscas custem à indústria pecuária bilhões de dólares todo ano.

Fechar X
Sem mais artigos