Um policial dos Estados Unidos provou que compaixão também salva vidas. O oficial Aaron Little foi chamado para resgatar um homem de 26 anos que ameaçava pular de uma ponte de pedestres no Arizona. O profissional o convenceu a não se suicidar ao lhe oferecer um abraço.

O diálogo ocorreu enquanto o homem estava pendurado do outro lado da cerca de proteção. “Eu vou te abraçar, não ligo. Só vem para cá, só quero conversar”, disse o policial.

Ele insiste: “quero te abraçar”. “Meu primeiro nome é Aaron, todos me chamam de Ron. Quer me chamar de Ron?”

O homem responde: “eu não sei por quê”, chorando. Em seguida, ele se abaixa mais um pouco. “Por favor, não se mexa, não se mexa”, pediu Little, tentando se aproximar. “Você não quer aquele abraço? Então venha para cá”.

Com afeto, ele consegue fazer o homem desistir da ideia. “Somos só eu e você, cara. É isso!”, disse o oficial. Em prantos, o jovem enfim voltou e pôde abraçar o oficial.

Enquanto caminhavam para a viatura, Aaron  acrescentou: ” pode colocar os braços ao meu redor, não ligo! O que aconteceu, cara?”

O caso aconteceu em 28 de Março deste ano e publicado nesta semana pelo Departamento de Polícia de Chandler. O vídeo da ação viralizou, emocionando os usuários. “Um abraço pode salvar uma vida. Também é o nosso trabalho dar esses abraços”, comentou uma seguidora.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos