Nesta época do ano, o consumo de chocolate chega a dobrar em comparação ao resto do ano. No entanto, se consumido moderadamente, está oitava maravilha do mundo pode ser um bom aliado da saúde. A afirmação é da nutricionista Kátia Ushiama, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, em São Paulo. 

O lado benéfico está associado ao auxílio no combate aos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento. Isso acontece graças ao cacau presente na sua composição. A substância também tem se mostrado positiva para a saúde cardiovascular. Caso contrário, os chocólatras de plantão devem ficar atentos: “Por ter alto valor energético, o chocolate pode, sim, levar ao aumento de peso, quando o consumo for exagerado”, orienta a especialista.

 

Saiba mais sobre o chocolate e os benefícios que ele pode trazer para a sua saúde:

– O cacau contido no chocolate é uma fonte de flavonoides – substâncias antioxidantes, que auxiliam na eliminação de radicais livres e conseguem inibir o acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos, colaborando para a proteção cardiovascular;

– Alguns estudos demonstram que os polifenois contidos no cacau são capazes de promover vasodilatação, diminuindo a pressão sanguínea e colaborando na prevenção de acidentes vasculares cerebrais (AVC)  induzidos por hipertensão arterial;

– O chocolate mais benéfico para a saúde é o amargo, pois contém mais cacau e muito menos açúcar. Os chocolates ao leite e branco contêm mais açúcar e gordura e podem elevar os níveis de glicemia e de colesterol do organismo. Portanto, deixam de ter atividade cardioprotetora ou qualquer propriedade nutricional benéfica;

– O chocolate possui cafeína, que pertence a uma classe de compostos chamada xantinas, consideradas potentes estimulantes;

– Os alimentos com elevado teor de açúcar podem causar sensação de prazer, uma vez que induzem à produção de uma substância no cérebro chamada serotonina, que promove sensação de bem-estar;

 

Fechar X
Sem mais artigos