Chloë Florence conseguiu enganar usuárias do Tinder por 7 anos

Não deve ser tarefa fácil para nenhum morador de rua conseguir lugar para dormir todos os dias. Mas em Londres, uma britânica conseguiu passar algumas noites em hotéis e outras casas bancadas por usuárias do Tinder com quem saia.

Chloë Florence usava o aplicativo para conhecer mulheres e conseguir um lugar para passar a noite ou quantos mais dias fossem possíveis, já que, sem-teto, não tinha aonde dormir.

Quando Chloë não conseguia sair com ninguém, ela costumava dormir em lanchonetes 24 horas ou até mesmo no transporte público de Londres.

“A maioria dos meus contatos não sabia da minha situação e me ajudou sem ter consciência. Com fotos no Instagram, eu me fazia de garota festeira. Eu me tornei a mestre do disfarce”, disse Chloë à reportagem do jornal Metro.

Hoje, a garot conseguiu finalmente uma casa para morar com a ajuda da entidade LGBTQ+ Stonewall Housing. Ela conta a saga que viveu, misturando poesia e política.

Fechar X
Sem mais artigos